Em um ano, Brasil cai de 27 para 21 universidades no ranking das mil melhores do mundo

universidade ranking

Lista da Times Higher Education é liderada pela Universidade de Oxford. Entre as brasileiras, USP, Unicamp e Unifesp têm melhores avaliações.

Esse é o feito direto da falta de investimento para as universidades pelas quais sofrem as Instituições no Brasil, seja nos cortes em pesquisa, extensão, custeio,  …

No ranking das 1.000 melhores universidades do mundo, divulgado no dia 05/09/2017 pela Times Higher Education, o Brasil ocupa 21 posições. No ano passado, o desempenho das instituições do país foi melhor: eram 27 na lista. São avaliados os critérios de ensino, pesquisa, produção de conhecimento e reputação internacional.

Para compreender o ranking, é preciso saber que, após as 200 primeiras universidades, as demais são organizadas em blocos. A Universidade de São Paulo, por exemplo, foi a que mais se destacou entre as brasileiras: ficou no grupo da 251ª até 300ª. Em seguida, vieram a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), entre 401ª e 500ª, e a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), entre 501ª e 600ª.

Veja abaixo a posição das instituições de ensino brasileiras no ranking de 2017-2018: Posição das universidades brasileiras no ranking de mil melhores do mundo

Posição Universidade Estado
251-300 Universidade de São Paulo (USP) SP
401-500 Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) SP
501-600 Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) SP
601-800 Universidade Federal do ABC (UFABC) SP
601-800 Universidade Federal de Itajubá (Unifei) MG
601-800 Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) MG
601-800 Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) RJ
601-800 Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) RS
601-800 Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) RJ
601-800 Universidade Estadual Paulista (Unesp) SP
801-1000 Universidade de Brasília (UnB) DF
801-1000 Universidade Federal do Ceará (UFC) CE
801-1000 Universidade Federal de Pelotas (UFPel) RS
801-1000 Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) PE
801-1000 Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) RN
801-1000 Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) SC
801-1000 Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) SP
801-1000 Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) PR
801-1000 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) RS
801-1000 Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) RJ
801-1000 Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) PR

Quem entrou e quem saiu do ranking

Em relação ao mesmo ranking do ano passado, quatro dessas universidades brasileiras listadas acima não estavam entre as 1.000 melhores – e conseguiram conquistar espaço. São elas:

  • Universidade Federal de Itajubá,
  • Universidade de Brasília,
  • Universidade Federal de Pelotas e
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Por outro lado, dez instituições de ensino que integravam o top 1.000 do ano passado sumiram do ranking:

  • Universidade Federal do Paraná,
  • Universidade Federal da Bahia,
  • Universidade Federal de Goiás,
  • Universidade Federal de Santa Maria,
  • Universidade Federal de Viçosa,
  • Universidade Federal de Lavras,
  • Universidade Federal Fluminense,
  • Universidade Estadual de Londrina,
  • Universidade Federal de Ouro Preto e
  • Universidade Estadual de Maringá.

Líderes

Pela primeira vez, o ranking é liderado por duas universidades britânicas: a Universidade de Oxford (pela segunda vez seguida) e a Universidade de Cambridge (que passou de de 4º para 2º lugar).

Os Estados Unidos, apesar de dominarem boa parte das 10 primeiras posições, tiveram queda de 2/5 das universidades que apareciam no ano passado: 29 das 62 foram eliminadas.

Veja a seguir o top 10 (nas posições 3 e 10, há empate): Melhores universidades do mundo

Posição Universidade País
1 Universidade de Oxford Reino Unido
2 Universidade de Cambridge Reino Unido
3 Instituto de Tecnologia da Califórnia EUA
3 Universidade de Stanford EUA
5 Instituto de Tecnologia de Massachusetts EUA
6 Universidade Harvard EUA
7 Universidade de Princeton EUA
8 Imperial College London Reino Unido
9 Universidade de Chicago EUA
10 Instituto Federal de Tecnologia de Zurique Suíça
10 Universidade da Pensilvânia EUA

A China continua chamando atenção, seguindo a tendência de anos anteriores: tem duas universidades no top 30 (Peking e Tsinghua). Quase todas as instituições chinesas subiram no ranking.

Quanto às europeias, elas ocupam metade dos 200 primeiros lugares, com maior representação de instituições da Holanda, da Alemanha e do Reino Unido. As nações que também passaram a se destacar foram Itália, Espanha e Países Baixos.

Fonte: http://g1.globo.com/educacao/noticia/em-um-ano-brasil-cai-de-27-para-21-universidades-no-ranking-de-mil-melhores-do-mundo.ghtml

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s