Propostas de Campanha

#MudaIFPR por uma gestão democrática, transparente e participativa:
Primar pela participação dos diferentes atores do IFPR: os estudantes, técnicos e docentes, compartilhando as principais decisões de gestão, de modo a moralizar as ações da reitoria; Dialogar permanentemente com a comunidade; Garantir o funcionamento,efetivamente democrático, das instâncias deliberativas da instituição; Atuar de maneira transparente e viabilizar a consulta e participação da comunidade nas políticas desenvolvidas, respeitando e dialogando com as propostas apresentadas; Tratar de forma pública e transparente o retorno à comunidade das definições e participações coletivas; e, Prestar contas à comunidade das ações realizadas.

#MudaIFPR para que os estudantes sejam o centro do IFPR:
Respeitar e valorizar os estudantes; Incentivar a livre organização em grêmios e centros acadêmicos; Estabelecer mecanismos que oportunizem a participação dos estudantes no cotidiano das ações e decisões da instituição; Oportunizar a atuação profissional por meio de atividades relacionadas ao seu curso de formação e também ao seu pleno exercício de cidadão; Estimular a participação em eventos; Propiciar o acompanhamento psico/pedagógico e assistencial adequado; Aprimorar as diretrizes de assistência estudantil e estabelecer mecanismos de acompanhamento dessa política; Estimular e valorizar a participação de estudantes em programas de bolsas; e, Incentivar a integração entre os estudantes de todos os níveis educacionais no IFPR.

#MudaIFPR para uma educação publica, gratuita e de qualidade com organização pedagógica construída coletivamente:
Firmar sólida formação profissional,preparando para o mundo do trabalho, considerando os recursos tecnológicos, comunicativos e sustentáveis; Promover e apoiar a integração cultural; Efetivar e potencializar as ações de todos os campus com a sociedade civil; Desenvolver a pratica de participação no âmbito dos movimentos sociais, sociedade civil organizada e no fortalecimento do acompanhamento social, transparente e eficaz no âmbito de políticas públicas; Respeitar e contribuir com a defesa aos Direitos Humanos e formação humana; e, Estabelecer estratégias que permitam o reconhecimento da qualidade da Educação Profissional, Técnica e Tecnológica ofertada pelo IFPR.

#MudaIFPR para práticas administrativas, financeiras e de planejamento voltadas à governança pública:
Estimular e respeitar a participação de todos os campus e reitoria na construção do planejamento estratégico da instituição e orientar-se por esse planejamento para tomada de decisões; Desenvolver instrumentos e indicadores de avaliação de desempenho das políticas adotadas; Descentralizar ao máximo os processos, horizontalizando as estruturas e partilhando as responsabilidades de gestão; Institucionalizar a autonomia dos órgãos de controle interno – Auditoria Interna, Ouvidoria e Procuradoria Federal; e, Definir com clareza e otimizar a utilização dos recursos destinados atendendo aos interesses institucionais com eficiência e eficácia.

#MudaIFPR para consolidar a indissociabilidade entre Extensão, Pesquisa e Inovação:
Estabelecer diretrizes e Política Institucional relacionadas entre si, aprimorando os processos e expandindo as ações; Apoiar e incentivar as ações que envolvam o desenvolvimento artístico e cultural de toda a comunidade acadêmica, bem como a possibilidade de envolvimento da comunidade civil; Estimular a participação da comunidade interna e externa nas atividades desenvolvidas pelo IFPR; Atuar em interface com o ensino e considerando a sólida formação profissional e cidadã, às transformações sociais e tecnológicas das sociedades; e, Desenvolver ações que contribuam com mudanças nos paradigmas da ciência, da tecnologia e do conhecimento, diminuindo as discrepâncias sociais e promovendo a geração de novos processos de produção econômico, social e cultural.

#MudaIFPR para uma Gestão de Pessoas proativa e com enfoque assertivo que agregue valor aos profissionais da Educação do IFPR:
Respeitar a diversidade profissional docente e técnica; Fomentar a qualificação e formação continuada aos servidores técnicos administrativos, diminuindo a precarização do trabalho nas unidades; Implementar ações proativas de educação formal e capacitação; Priorizar a ambientação dos novos servidores no contexto institucional. Avaliar as habilidades profissionais como critério para a melhor alocação e lotação. Preparar os servidores e o ambiente de trabalho para a efetiva integração de pessoas com deficiência. Identificar e combater ao Assédio moral e sexual, a violência moral no ambiente de trabalho e à discriminação em todas as suas vertentes. Rever os mecanismos de avaliação de desempenho por mérito, acadêmico e de estágio probatório. Resgatar o Programa de Desenvolvimento dos Servidores (PRODESEN) com vistas a capacitação e desenvolvimento. Reestruturar a Comissão Interna de Supervisão do PCCTAE – Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação.

#MudaIFPR pela valorização da Educação à Distância socialmente referenciada:
Resgatar a Educação a Distancia no IFPR como uma estratégia de inclusão educacional; Cumprir o que determina a legislação em vigor no que tange à oferta de cursos a distância; e, Atuar em conformidade com a matriz CONIF como instituição ofertante de Educação a Distancia com qualidade.

#MudaIFPR por uma Infraestrutura a serviço das pessoas:
Criar mecanismos e instâncias de participação dos diferentes segmentos para levantamento das demandas de espaços físicos, mobiliário e de equipamentos; Considerar as relações entre o espaço físico e os usuários; Atuar de maneira coerente com a expansão dos campus, providenciando licitações e contratos em tempo hábil para execução dos serviços; Estabelecer fluxo de informações permanentes sobre obras e prestação de serviços; e, Proporcionar a consolidação dos campus existentes e unidades em desenvolvimento garantindo condições reais de funcionamento com os recursos necessários para um ensino público com mais qualidade.

#MudaIFPR para o estabelecimento de uma política de ações afirmativas, gênero, diversidade e inclusão: Estabelecer uma política institucional voltada à promoção de práticas inclusivas, de respeito às diversidades, raça e gênero; Considerar em toda a esfera de decisões da instituição a participação de pessoas com necessidades especiais; Democratizar e acolher propostas que defendam a equidade de gênero, diversidades, povos, raças e nações; Considerar as políticas e programas nacionais que atendam aos Direitos Humanos, bem como dialogar com as entidades e movimentos sociais de combate ao racismo, homofobia e/ou qualquer forma de preconceito ou discriminação; e, Atuar firmemente na promoção da inclusão social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s